quarta-feira, 19 de julho de 2017

[Resenha] Reencontrando o Passado - Bibiane Santos

Resenha abaixo contém pequenos spoilers.

Título Original: Reencontrando o Passado
Páginas:  291
Onde encontrar: Amazon
Outras resenhas da autora: A força do desejo
Emely sempre foi gordinha. Desde a infância sofria com seu peso e com as brincadeiras de mau gosto dos amigos e até familiares. Na noite de sua formatura sofreu um enorme golpe em seu ego que marcou toda sua vida e da sua família. Rafael sempre foi seu grande amor. Ele tinha planos para noite de formatura da Emely, mas não tinha nada de romântico planejado, e sim, muita humilhaçãoEmely consegue colocar sua vida para frente, mas jamais esqueceu daquela noite fatídica. Oito anos depois, Rafael, um renomado médico, resolve voltar para sua cidade e, assim, acende as dores do passado.
O que será que ele deseja? Por que voltou?
Emely é uma mocinha forte, engraçada, dona de uma floricultura, mas será que estará pronta para reencontrar o passado?
Uma história de amor e perdão, regada a muita paixão, que vai mexer com você em cada página.

quinta-feira, 13 de julho de 2017

[Resenha] Minha Estrela Favorita - Chigago Stars 8 - Susan Elisabeth Phillips - Gutenberg - 2017

Resenha abaixo não contém spoilers.

Título Original: First Star #8
Páginas:  302
Goodreads: Minha estrela favorita


Ela é uma detetive impulsiva e durona. Ele é um astro do futebol americano. O que eles têm em comum? Nada! E, ao mesmo tempo, tudo. Aquele era um bom dia para ser Cooper Graham. Aliás, todos os dias eram. Afinal, para o ex-quarterback do famoso time Chicago Stars a vida é como um jogo do Super Bowl e ele é sempre o vencedor. Acostumado com a fama e com o assédio dos fãs, Cooper sabe identificar muito bem quando algum admirador está passando dos limites – e não gosta nem um pouco quando começa a ver um rosto familiar em todos os lugares aonde vai. Piper Dove é uma mulher de fibra guiada por um sonho: reerguer a empresa de investigações de sua família e se tornar a melhor detetive de Chicago. E a sorte parece estar do seu lado quando ela recebe uma missão (im)possível: seguir a estrela do futebol americano Cooper Graham. Ela só não esperava que sua sorte duraria tão pouco... Cooper não fica nada feliz quando descobre que está sendo espionado, e Piper, para escapar de um processo, começa a trabalhar para ele a contragosto. Mas quando descobre que a vida de Graham pode estar em perigo, Piper se vê diante do que pode ser o grande caso de sua carreira e decide que vai protegê-lo, quer ele queira, quer não. Agora duas pessoas que não admitem a derrota são escaladas para o mesmo time. O único problema: elas não sabem jogar em equipe e vão desafiar os limites um do outro para conseguir o que desejam. E para isso vale usar todas as armas, inclusive a sedução.

terça-feira, 11 de julho de 2017

[Resenha] A Pequena Livraria dos Corações Solitários - Annie Darling - Verus - 2017

Resenha abaixo contém pequenos spoilers.

Título Original: The little bookshop of lonely hearts #1
Páginas:  308
Era uma vez uma pequena livraria em Londres, onde Posy Morland passou a vida perdida entre as páginas de seus romances favoritos. Assim, quando Lavínia, a excêntrica dona da Bookends, morre e deixa a loja para Posy, ela se vê obrigada a colocar os livros de lado e encarar o mundo real. Porque Posy não herdou apenas um negócio quase falido, mas também a atenção indesejada do neto de Lavínia, Sebastian, conhecido como o homem mais grosseiro de Londres. Posy tem um plano astucioso e seis meses para transformar a Bookends na livraria dos seus sonhos — isso se Sebastian deixá-la em paz para trabalhar. Enquanto Posy e os amigos lutam para salvar sua amada livraria, ela se envolve em uma batalha com Sebastian, com quem começou a ter fantasias um tanto ardentes. Resta saber se, como as heroínas de seus romances favoritos, Posy vai conseguir o seu “felizes para sempre”. O primeiro livro da série A Livraria dos Corações Solitários!

terça-feira, 4 de julho de 2017

[Crítica] Homem Aranha De volta ao lar.

Spider Man Homecoming 
Direção: Jon Watts
Roteiro: John Francis Daley, Jonathan Goldstein
Elenco: Tom Holland, Marisa Tomei, Zendaya Coleman, Michael Keaton...

Sinopse:

O jovem Peter Parker (Tom Holland), que fez sua estreia sensacional em Capitão América: Guerra Civil, começa a navegar em sua recém descoberta identidade como o super-herói disparador de teia em Homem-Aranha: De Volta ao Lar. Empolgado por sua experiência com os Vingadores, Peter volta para casa, onde vive com sua tia May (Marisa Tomei) e sob o olhar atento de seu novo mentor Tony Stark (Robert Downey Jr.). Peter tenta entrar de cabeça em sua rotina - distraído pelos pensamentos de provar a si mesmo que pode ser mais do que só o amigão da vizinhança, o Homem-Aranha - mas quando o Abutre (Michael Keaton) aparece como um novo vilão, tudo o que Peter considera mais importante será ameaçado.



sexta-feira, 30 de junho de 2017

[Resenha] Submissa - Maya Banks - Serie The Enforcers 1 - Gutenberg - 2017

Resenha abaixo não contém spoilers.

Título Original: Mastered
Páginas: 288

Eles não seguem as regras. Eles FAZEM as regras.Uma nova série que vai mexer com você da cabeça aos pés. Poder, sedução, dinheiro, submissão, dominação, dor e prazer… Nesse jogo que está prestes a começar, o amor não entra nas regras. Será que você está preparada?
Evangeline nunca soube o que é viver no luxo, pois sempre teve que trabalhar duro para ajudar os pais e conseguir sobreviver em Nova York. Típica garota do interior, sente-se deslocada em meio à metrópole e percebe que ingenuidade e sinceridade, que sempre foram suas características mais marcantes, são vistas como defeitos pelos nova-iorquinos e, principalmente, por seu ex-namorado que a seduziu e a abandonou.
Ele se apossa do que quer, sem remorso e sem culpa.
Drake Donovan é um magnata do entretenimento e um dos milionários mais cobiçados do mundo. Ele e seus “irmãos” ergueram um império em Nova York, e o seu maior empreendimento é a badaladíssima Impulse, a casa noturna mais exclusiva da cidade. Acostumado a ter todos na palma da mão, Drake sente seu inabalável mundo balançar quando vê uma jovem com ar angelical e inocente perdida em sua boate. Quem era aquela garota? Ele não tem ideia, mas de uma coisa tem certeza: ela será dele!
Ela não sabe se é capaz de dar o que ele deseja.
Incentivada pelas amigas, ir sozinha à Impulse parece o plano perfeito para Evangeline se vingar do ex-namorado canalha. Mas o que está prestes a acontecer vai mudar sua vida para sempre. Uma proposta… Uma tentadora oportunidade de ter tudo aquilo que nem em sonhos ela imaginaria possível. O preço? Submissão total e completa.

quarta-feira, 28 de junho de 2017

[Crítica] Meu malvado favorito 3

Meu malvado favorito 3
Direção: Pierre Coffin, Kyle Balda
Roteiro: Ken Daurio, Cinco Paul


Sinopse:



O ex-ator mirim e astro de TV, Balthazar Bratt, foi um típico malvado bem-sucedido nos anos 80 e agora está de volta à ativa. Ele vai aterrorizar a vida de Gru, Agnes, Margo, Edith, Dr. Nefario e os atrapalhados Minions. Em meio a tudo isso, Gru também vai encontrar o seu irmão gêmeo, Drew.









sexta-feira, 16 de junho de 2017

[Crítca] Tudo e todas as coisas


Tudo e todas as coisas - Everything, Everything
Direção: Stella Meghie
Roteiro: J. Mills Goodloe
Elenco: Amanda Stenberg, Nick Robinson, Anika Noni Rose...


Sinopse:

Madeline Whittier, a Maddy, cresceu em um mundo branco. Apenas as lombadas dos livros que lê colorem o seu ambiente, e também lhe permitem viver a vida, mesmo que através da imaginação, já que a sua condição de saúde não lhe permite fazê-lo da maneira como ela gostaria. Ela foi diagnosticada com Imunodeficiência Combinada Grave (IDCG), mais comumente conhecida como "doença da criança na bolha", uma doença rara em que o sistema imune da pessoa que a possui é bastante comprometido, tornando-a extremamente susceptível à infecções que podem causar a sua morte. Dessa maneira, tudo ao redor de Madeline é controlado, desde o que ela come, as pessoas com que ela tem contato (que são apenas a sua mãe e a Carla, enfermeira que cuida dela desde sempre) até o ar que ela respira e, assim, ela vive hermeticamente fechada em uma casa vendo a vida passar através da janela. Ou seja, ela vive em uma bolha.
            Ela já estava acostumada com a sua vida, de checagens diárias do seu estado de saúde, leituras e publicações de resenhas, jogos com a mãe e montagem de maquetes de Arquitetura; até o dia em que mais uma família se muda para a casa ao lado da sua e ela conhece Oliver, o Olly.  Ambos começam a acompanhar a rotina um do outro pela janela e a interagir. Inicialmente com acenos e sorrisos, e depois com conversas pelo celular e computador. O curioso é como essa pequena ligação começa a despertar um lado de Maddy que quer arriscar, conhecer o que tem no mundo, mesmo que isso signifique a morte. Ela quer se sentir viva. A partir dessa aproximação algo mais acontece e os dois começam a sentir mais necessidade de se falar e se aproximar; mas como isso seria possível se Olly pertencia ao mundo fora da bolha? Assim, o sentimento que nasce da relação dos dois faz com que a Maddy comece a questionar como ela quer viver. Não apenas sobreviver.

Sobre Nós

Sobre Higor e Juliana: Casal geek, cinéfilos, leitores compulsivos. Amantes de um bom seriado e perdidamente apaixonados pelo mundo da literatura.