segunda-feira, 17 de agosto de 2015

Turma da Mônica - Lições - Lu Cafaggi, Vitor Cafaggi - Panini (Selo MSP) - 2015

Resenha abaixo não contem spoilers do livro citado.
>- SPOILERS PEQUENOS DO PRIMEIRO LIVRO Turma da Monica - Laços <-
(Leiam os 'P.S.' São importantes)

Skoob - Compare e Compre - Loja Recomendada


Depois de uma 2ª fugida a turma toda tem um castigo em plena semana de apresentação de teatro. Separar essa turma é a melhor solução? Cada pai cuida de seu filho da forma que lhe convier, mas sem perguntar é válido? Vem comigo na resenha dessa continuação que foi para mim um outro soco no estomago! (De tão bom! Referência a primeira resenha!)

Sinopse: Nesta continuação de Turma da Mônica – Laços, os irmãos Vitor e Lu Cafaggi retornam para mostrar Mônica, Cebolinha, Magali e Cascão cometendo um erro grave na escola.Agora, terão que encarar as consequências, e elas não serão poucas. Nesta nova jornada, eles descobrirão o real valor da palavra amizade nesta turma.

P.S.: Vou ser sincero! Não conheço o cenário de HQ tanto nacional  como estrangeiro (produtores, roteiristas, desenhistas, editores...) pois comecei a leitura realmente (ler como um conhecimento e não somente diversão) esse ano, ENTÃO me perdoa se eu deixar de falar dos envolvidos diretos e indiretos nas HQ(s) que eu resenhar aqui. 

Eu falei o que?? Que separar esses 4 era um crime? Mas nunca que pensei que a separação deles fosse uma história tão boa e tão triste. Cada um foi separado e foi forçado a ser quem não era. (Percebi uma pequena ligação com Monica Jovem, mas posso estar errado!) e onde eles nem podem se falar ou até se encontrar na casa dos outros como é comum. Tão bela história que até estou sem palavras. 

As consequências de ficar dois dias fora de casa procurando floquinho house consequências a todos que acabaram indo para o castigo durante uma semana, em plena apresentação do teatro. E quando você percebe como a separação influência na cabeça e no comportamento de cada personagem, percebe que eles não são somente 4 crianças que brincam juntas, são um organismo único que funciona de forma integrada. Na falta da força da mônica o Cebolinha não tem força e por ai vamos. 

Aos poucos as crianças começam a ver que a vida é muito mais por fora do grupo único que eles fizeram, a vida da rasteira e eles precisam responder de forma que melhor convier. E já digo que mesmo a HQ ter terminado com um final de deixar para próxima (mais dois anos?! - Espero que não!) você sente que se fechou um ciclo para todos os 4 de conhecerem quem eles realmente são e o que precisam mudar o que são os seus nêmeses/inimigos naturais. Monica no seu jeito Truculento, Magali na sua Falta de elegância, Cascão na sua sujeira e Cebolinha nos seus planos. 

Esses dois Irmãos como já falei na resenha anterior, foi solicitado que fosse respondido a uma grandeza da turma da mônica e está sendo feito, diga-se de passagem, de forma fenomenal. Acredito que seja o maior peso de todas as MSP, não é a toa que teve continuação e terá mais pela frente. 


"-Fazendo novos planos para derrotar a mônica, filho?
-Não, pai. Isso é outra coisa. Isso é Soblevivência"

P.S. 1: Cabelos do Cebolinha a lá Shampoo voltam com tuuudo!
P.S. 2: Tem personagem novo da área. e promete emoções no próximo livro.
P.S. 3: Senti falta de alguns personagens que apareceram na HQ passada. Mesmo sendo um easter egg! (rs)

Obs.: Prefiro não notificar o livro, pois eu não tenho a capacidade de enumerar de 0 a 10 o quão ele pode ser ruim ou não. Prefiro deixar você descobrir. E se por ventura houver erro de português, não deixa de me avisar, sou humano e vou errar! (Essa observação irá em todas as resenhas)
Share:

0 comentários:

Postar um comentário

Sobre Nós

Sobre Higor e Juliana: Casal geek, cinéfilos, leitores compulsivos. Amantes de um bom seriado e perdidamente apaixonados pelo mundo da literatura.