sexta-feira, 9 de outubro de 2015

Bear - 2 - Bianca Pinheiro - Nemo - 2015



Resenha abaixo não contem spoilers do livro citado.
>- SPOILERS PEQUENOS DO PRIMEIRO LIVRO Bear <-
(Leiam os 'P.S.' São importantes)

Skoob - Compare e Compre - Loja Recomendada

Crianças, Charadas, Diversão sem fim? Responsabilidades? Como viver sem os pais? Isso tudo e um pouco mais é discutido de uma forma divertida nessa que é mais uma HQ de Bianca Pinheiro, nos trazendo novamente Raven com seus desenhos que se tornam realidade e Dimas mostrado como devia ser quando criança. Vem comigo nessa mais nova aventura fofa.

Sinopse: A aventura continua enquanto Raven procura seus pais com a ajuda de Dimas, o urso. Seguindo o caminho após a Cidade das Charadas, eles agora chegam à Metódica, uma grande cidade preso sob uma maldição terrível! (Ou não.).

P.S.: Não conheço o cenário de HQ tanto nacional  como estrangeiro(produtores, roteiristas, desenhistas, editores...) pois comecei a leitura realmente (ler como um conhecimento e não somente diversão) esse ano, ENTÃO me perdoa se eu deixar de falar dos envolvidos diretos e indiretos nas HQ(s) que eu resenhar aqui.

Depois das cidades das charadas onde Raven se torna Rainha, e no momento seguinte abdica de seu trono, eles seguem rumo a cidade de Metódica onde acabam descobrindo que todas as pessoas adultas na cidade, viram crianças depois de um tempo, inclusive Dimas.

Vemos dimas enquanto poderia serr como bebê urso, onde ele se torna um ser ao mesmo tempo fofo demais e sem limites. (crianças né?! kkk) Cabe a nossa queria Raven correr atrás para quebrar esse feitiço que assola a cidade. Observamos que a cidade se divide em pessoas que são a favor de que os pais voltem ao normal, e outras que já não querem. Claro que não posso falar, não só do final como também da magia em si que perde a graça.

Repleto de piadas internas tanto do primeiro livro quanto da cultura Pop. Continuamos a encontrar o Rei, da primeira HQ, Zink, Dona Capivara e novos personagens que vão contribuir para ensinar que a vida é tanto diversão como também de responsabilidades. O que torna a HQ tanto infantil como juvenil e quisá até adulta. Tem até personagem importante lá no final do livro que é bem conhecido do publico em geral.

Essa brincadeira que a Bianca faz com a cultura pop em geral e a coloca no livro de forma bem descontraída é que faz ela ser uma das autoras em HQ que mais gosto hoje em dia. Simplicidade e inteligência em uma única HQ além de atingir a diversos públicos.


Obs.: Prefiro não notificar o livro, pois eu não tenho a capacidade de enumerar de 0 a 10 o quão ele pode ser ruim ou não. Prefiro deixar você descobrir. E se por ventura houver erro de português, não deixa de me avisar, sou humano e vou errar! (Essa observação irá em todas as resenhas)
Share:

0 comentários:

Postar um comentário

Sobre Nós

Sobre Higor e Juliana: Casal geek, cinéfilos, leitores compulsivos. Amantes de um bom seriado e perdidamente apaixonados pelo mundo da literatura.