domingo, 24 de janeiro de 2016

[Resenha] O Lado Feio do Amor - Colleen Hoover - Galera Record - 2015

Resenha abaixo CONTEM spoilers.

Skoob - Compare e Compre - Saraiva

Esse não é só um livro sobre a Tate é sobre Miles também.

Mais uma vez estou aqui cheia de elogios a dar para a Colleen. QUE LIVRO LINDO. Varias pessoas já tinham me falado sobre este livro, mais ainda não tinha dado sua devida atenção. Até que parei uma tarde e o consumi, ou melhor fui consumida pelo feio e pela beleza dele. Esse é um livro que você se apaixona não só por Miles e Tate, você se apaixona pelos coadjuvantes, Cap um idoso de 80 anos e o irmão da Tate o Corbin. E a cada pagina que vai passando não tem como o leitor não se prender pela intensidade desse livro. Pela intensidade da relação nada convencional de Tate e Miles. 

O livro está dividido no presente de Tate e o passado e Miles. É incrivel a forma como a Colleen dividiu esse livro entre capitulos alternados entre Tate e Miles

Simplesmente, eu me apaixonei, desapaixonei e me reapaixonei pelo Lado feio do Amor.


Vamos la...

Tate é uma jovem enfermeira de 23 anos que se muda para o apartamento do seu irmão Corbin. Ela se mudou para São Francisco no intuito de arranjar um emprego como enfermeira e poder fazer seu mestrado em enfermagem. Miles é um bonito piloto de 24 anos, amigo e vizinho de Corbin, e possui um passado bem triste e não adianta folear o livro rapido pois a revelação de tudo esta no final. Ele não namora, não faz sexo a exatos 6 anos. E tudo isso muda com a chegada de Tate.

Logo de cara percebemos a atração de Tate por seu vizinho, que é totalmente diferente dos amigos de seu irmão. Miles, é um sujeito totalmente reservado. Tate logo fica intrigada com isso. Chega o dia de Ação de Graças, Corbin convida Miles a passar o feriado em sua casa. É claro que algo iria acontecer ali. A atração que ambos sentiam ficou difícil de esconder em um ambiente apertado e só com os dois dentro. Miles põe fim a essa tortura e a beija. 

Para tudo. Tate não consegue esquecer isso. Miles logo explica a sua situação. Ele não quer um envolvimento romantico, é apenas sexo. Sexo para divertimento dos dois. É claro que ela topa de cara pois não tem tempo para namorar.

Miles expõe suas duas regras:
  • Não perguntar sobre seu passado;
  • Nem esperar um futuro com ele. 

Daí em diante já imaginamos a sequencia de sexo ardente, escondido e proibido. 

Nessa relação nada convencional, funciona da seguinte maneira; nada de telefonemas e apenas sms para saber se Tate esta em casa pra eles treparem (essa palavra é feia mais é assim que funciona entre eles, ou melhor, para ele). Cheguei até sentir raiva da Tate por permitir as coisas acontecerem desse jeito. O modo como Miles a trata as vezes é meio rude (e agente entendi o motivo), mas ela aceita tudo isso com a esperança que ele mude de ideia desse acordo deturpado dos dois.

"O amor nem sempre é bonito."

Tate passa o resto do tempo inteiro enganando a si mesma. Seria impossível não se apaixonar por ele. Impossível não querer mais do que ele estava disposto a oferecer, de não querer dar mais do que ele estava disposto a receber. Ainda assim, ela continua. Se não pode ter o amor de Miles, pelo menos aproveitaria as melhores noites de sexo de sua vida. E pensaria nas consequências e seu coração despedaçado depois.
Nós leitores passamos o livro inteiro rezando pra que Miles enxergue o relacionamento envolvimento dos dois de uma forma diferente. 
O mais incrível que não dá pra sentir raiva de Miles, pois a gente passa o livro inteiro sabendo que teve uma merda bem grande no seu passado e que Rachel era a causadora disso tudo no seu presente. É difícil não se apaixonar junto com a Tate por ele, realmente é muito difícil. 
E uma coisa esse livro me ensinou: Para se amar verdadeiramente, conhecer o lado belo da vida, você primeiro precisa conhecer a parte feia, suja, para que se possa dar valor no futuro quando realmente puder se perder nos encantos do amor. 

Depois dessa leitura posso afirmar que gostei mais desse livro do que os Slammed (não que seja ruim a outra serie, mais honestamente Métrica e Pausa seriam suficientes). O lado feio do amor nos comove com o que é feio. Com a dor e as perdas que Miles teve em sua vida. E ao final do livro vemos que Tate foi a sua tabua de salvação.
Obrigada mais uma vez Colleen Hoover. Pela intensidade, emoção e amor desse livro.

Até a próxima ;)

Resenha feita por: Juliana Santos


Obs.: Prefiro não notificar o livro, pois eu não tenho a capacidade de enumerar de 0 a 10 o quão ele pode ser ruim ou não. Prefiro deixar você descobrir. E se por ventura houver erro de português, não deixa de me avisar, sou humano e vou errar! (Essa observação irá em todas as resenhas)
Share:

2 comentários:

  1. Oi Ju! Tudo bem?
    Eu já li esse livro e simplesmente adorei! Achei a escrita da Collen tão magnífica! Espero muito poder ler outros livros dela!
    Ah, adorei a sua resenha!
    Beijão,

    Vinicius
    omeninoeolivro.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ola Vinicius,

      que bom que você gostou da minha resenha, em breve vou postar as resenhas de Metrica a serie Slammed. a trilogia é muito boa, mais O lado feio do amor, por ter um clima hot deixou o livro mais 'envolvente'. vale a pena conferir os livros dela, ela é muito boa mesmo

      Excluir

Sobre Nós

Sobre Higor e Juliana: Casal geek, cinéfilos, leitores compulsivos. Amantes de um bom seriado e perdidamente apaixonados pelo mundo da literatura.