segunda-feira, 29 de fevereiro de 2016

Diário de uma paixão - Nicholas Sparks - Novo Conceito - 2013


Resenha abaixo não contem spoilers.

Skoob - Compare e Compre - Loja Recomenda


Clássico de Nicholas Sparks, romântico, triste, com pitadas de felicidade, reencontros inesquecíveis e beijos que mulheres sonham em um dia ter, com os amores de sua vida. Detalhe... Acho que esse é um dos poucos livros de Nicholas que uma morte não influencia da história principal!

A história começa no início de outubro de 1946 quando dois jovens, Noah Calhoun e Allison Nelson, se conhecem e se apaixonam perdidamente. Tudo parece perfeito, quando a família de Allie a impede de continuar a vê-lo devido a enorme diferença de classe social entre os jovens. Allie e Noah, lutam para levar uma vida normal, mesmo estando distantes. Até que um artigo de jornal muda tudo e reacende um amor há 14 anos adormecido. 

Quem não conhece Nicholas Sparks? Escritor de inúmeros livros de romance que foram quase todos adaptados para filmes? A escolha, Homem de sorte, A ultima música, um amor para recordar... Pelo menos algum deles, ou outro que não venha a dizer aqui, você já deve ter assistido, solteiro(a) ou acompanhado(a). Falo isso pois tanto homens, como mulheres assistem queria ou não.

Fenômeno mundial, acompanhando umas das primeiras histórias a serem adaptadas para o cinema e a ser traduzido aqui no brasil dele. Até parece que ele é uma maquina ambulante de escrever, que lança um livro por ano... Pelo menos é o que deu para parecer aqui no brasil, já que foi sendo publicado até 2 livros por ano. Contudo ele escreve deste jovem e por isso veio realmente fazer sucesso quando seus filmes começaram a ir para os cinemas.


E olha que tem mais livro publicado do que tem nessa foto... além de mudanças de editora, mudanças de capa, mudanças de estrutura, deste de bolso até normal... tenho no mercado editorial mais de 15 livros dele, e ainda mais inglês que não foram traduzidos... ou seja... em algum momento você já deve ter se batido com esse autor...

Porque falei mais dele do que no livro? Porque existe uma fórmula que muitos autores atualmente seguem, da própria escrita dele que é fortemente baseado em romance, com toques de felicidade, sempre terá uma cena forte (seja morte ou não) com final tendo o casal junto ou não.

Diário de uma paixão acompanha esse caso, a história de duas pessoas que tiveram uma roupante de relacionamento quando eram jovens, e por conta da vida e família (de 1 pessoa) acabaram de separando... logo depois ao longo dos anos ela volta a se encontrar com ele para 'resolver pendências do passado' e quando vemos já viram um casal que viverá para sempre feliz! (cof... cof...) Só que não nesse livro...

Temos uma das cenas mais emblemáticas de beijo na chuva que foi reproduzido fielmente (a cena) no filme... e por conta disso já sabemos mais ou menos como se desenrolará a história.



"Outras lembranças eram meros fragmentos, pedaços espalhados aqui e ali, e quase nenhum evocava qualquer tipo de sentimento".


Obs.: Prefiro não notificar o livro, pois eu não tenho a capacidade de enumerar de 0 a 10 o quão ele pode ser ruim ou não. Prefiro deixar você descobrir. E se por ventura houver erro de português, não deixa de me avisar, sou humano e vou errar! (Essa observação irá em todas as resenhas)
Share:

0 comentários:

Postar um comentário

Sobre Nós

Sobre Higor e Juliana: Casal geek, cinéfilos, leitores compulsivos. Amantes de um bom seriado e perdidamente apaixonados pelo mundo da literatura.