sexta-feira, 26 de fevereiro de 2016

[Resenha] Louca para Casar - Sophie Kinsella (Como Madeleine Wickham) - Record - 2013

Resenha abaixo contem alguns spoilers.


Título Original: The Wedding Girl
Páginas: 348
Informações do Livro: Skoob - GoodReads
Onde Comprar: Compare e Compre - Saraiva - Amazon - Submarino
Resenhas de Madeleine Wickham: Quem Vai Dormir Com Quem
Resenhas de Sophie Kinsella: Fiquei com Seu Número / Lembra de Mim / Samantha Sweet, a Executiva do Lar

Vamos la...

Ainda estou em duvida de como classificar esse livro. Se gostei ou não. Realmente sérias duvidas. Acho que um dia terei de reler pra acabar com essa indecisão.

Certa vez, discuti com um amigo que os livros da Sophie Kinsella escrito por esse pseudônimo são completamente diferentes de quando ela escreve pelo seu nome de batismo Madeleine Wickham.

Por Kinsella, seus livros são mais leves, bem humorados e tem aquele toque especial que só ela sabe fazer pra seus livros serem tão bons.
Como Wickham, eles tem um toque mais adulto e sempre abordam assuntos mais sérios e não deixam de ser bons. Parece que são duas mulheres completamente diferentes escrevendo.

Pra começar a nossa resenha, vocês precisam saber que esse livro não é só sobre a história principal.
Nem tudo gira ao redor de Milly e Simon, muito pelo contrario. O livro nos mostra a histórias dos personagens secundários, e é bem importante para o crescimento do livro. Na verdade foi o que deu o toque final pro livro ser melhor, pois só aquele drama e tensão de Milly pra saber se casa ou não, pra contar a verdade, foi meio chatinho.

Falando sobre o livro, Milly e Simon se amam. Falta menos de uma semana pro seu casamento porém Milly tem um enorme segredo. Ela já é casada (Como assim? isso seria bigamia). Na verdade o primeiro casamento da Milly foi a dez anos atras, ela se casou com um amigo gay americano pra ele conseguir o visto permanente para ficar na Inglaterra.  Os anos se passaram e eles perderam os contato, contudo nunca houve um divórcio. Milly achou que se ninguém nunca soubesse, poderia se casar com Simon e ninguém desconfiaria.

Nem tudo é um mar de rosas que nem nossa ingênua Milly acha, pois no meio dessa semana que antecede seu casamento apareceu uma pessoa que presenciou seu matrimônio anterior e agora está assombrando Milly. Daí começa a diversão, a corrida de Milly pra reencontrar seu ex marido Allan e seu companheiro Rupert. Afinal como ela espera conseguir um divórcio assim, em tempo mais do que recorde?

Vamos conhecer um pouco dos outros personagens:

Simon o noivo apaixonado, apesar dele se dizer tão apaixonado pela Milly, ele era um cara bastante inseguro. Sem falar que ao invés de pensar mais na sua noiva ele estava preocupado demais em mostrar para seu pai que ele poderia ser bem mais sucedido que ele no casamento (já que seu pai havia se separado da sua mãe quando ele era criança, criando assim um laço de desafetos entre os dois)

Seu pai, Harry Pinacle, um magnata poderoso que estava divorciado desde seu primeiro casamento e não conseguia se entender com seu filho Simon. Ele é um dos personagens mais perspicazes do livro, ele pode não ter sido um bom pai/marido, mas hoje em dia ele tenta modificar as coisas com suas atitudes.

Isobel, a irmã mais velha de Milly, também possuía uma carga dramática em seu enredo ela tem uma boa carreira e agora enfrenta problemas com a descoberta da sua gravidez e pela duvida se deve ou não encerrar a gestação.

Seus pais, James e Olivia, também tem seus próprios problemas, James o marido insatisfeito com sua esposa e lidando com problemas na área profissional. Olivia a esposa que não ouvia o marido e que vivia para o maior casamento da sociedade da sua cidade. Vamos ser sinceros ela realmente se preocupou com cada detalhe do casamento de Milly.

Rupert depois da volta de Milly a sua vida, enfrenta dilemas na sua vida, como mencionei acima ele era companheiro de Allan o marido da Milly. Mesmo casado, acreditando que amava sua esposa, ele ainda tinha duvidas sobre sua verdadeira opção sexual.

É como eu havia dito, com todas essas historias rolando, fugiu um pouco da verdadeira historia, mas lembrando que a maioria delas foi desencadeada pelo segredo de Milly. No mais, o livro é mais adulto, com seus dramas, toques sobre relacionamentos, confiança e até mesmo fidelidade. mostrou o quão diferentes são as escritas de Wickham e Kinsella.

Na verdade eu até acho que gostei mesmo do livro, pois o final não foi previsível.

A escrita é bem madura e inteligente, e pela primeira vez eu não me encantei pelos personagens principais. Acho que meu favorito na historia toda foi o Rupert e a Isobel. Mais isso deixo pra vocês decidirem.


Até a próxima ;)

Resenha feita por: Juliana Santos




Obs.: Prefiro não notificar o livro, pois eu não tenho a capacidade de enumerar de 0 a 10 o quão ele pode ser ruim ou não. Prefiro deixar você descobrir. E se por ventura houver erro de português, não deixa de me avisar, sou humano e vou errar! (Essa observação irá em todas as resenhas)
Share:

0 comentários:

Postar um comentário

Sobre Nós

Sobre Higor e Juliana: Casal geek, cinéfilos, leitores compulsivos. Amantes de um bom seriado e perdidamente apaixonados pelo mundo da literatura.