sexta-feira, 1 de abril de 2016

[Resenha] Como eu era antes de você - Jojo Moyes - Intrinseca - 2013


Resenha abaixo CONTEM pequenos spoilers.

Skoob - Compare e Compre - Loja Recomendada - Amazon



Ainda estou tentando me recuperar, por que com certeza eu era uma pessoa antes desse livro e agora sou outra pessoa depois desse livro.

Confesso que estava relutante pra ler esse livro a muito tempo. Ele estava na minha lista de leitura a muito tempo mais nunca dei seu devido valor até ver o trailer do filme e saber que os atores eram a Emilia Clarke e Sam Clafin. Fiquei emocionada só pelo trailer e agora li o livro estou perdidamente apaixonada.
Esse não é mais um livro de amor, é um livro sobre amizade, aceitação e perdas.

Vamos la ... 

Como eu era antes de você, conta a história da peculiar Louisa Clark e Will Trainor.

Clark, uma jovem de 27 anos que mora com os pais, irmã, sobrinho e avô. Eles vivem com um orçamento bem apertado e ela tem um relacionamento estável há 7 anos com o Patrick. Ela trabalha em um café, se veste com bastante personalidade, ajuda em casa e é acomodada à sua vida. Não tem ambição, não vai além: está bom do jeito que está.

Quando perdeu seu emprego em um estalar de dedos, ela se vê de repente trabalhando como cuidadora de Will. Um jovem tetraplégico que sofreu um terrível acidente dois anos antes. Will era um homem ativo e cheio de vigor, que adorava aventuras. Mas sua vida mudou completamente depois do acidente.

Lou foi contratada pela mãe de Will por um período de seis meses e ela teria de dedicar seu tempo cuidando de Will. Como vemos no inicio do livro, Will não é nada fácil com ela em suas primeiras semanas. 

Não irei prolongar com a sinopse do livro.

Como podemos sair da mesma forma que chegamos quando pegamos esse livro pra ler. Eu fiquei o li cada pagina achando que seria uma história de amor inacreditável (não que não seja, pois a historia de Lou e Will é simplesmente singular). 



Fiquei maravilhada pela história de Will e Clark. Não fiquei imune ao encanto deste amor despretensioso e inusitado e puro. Isso mesmo! Eu fiquei o livro todo com a sensação de um sentimento bom pois o amor que envolve os dois é diferente de qualquer outro, pois é um amor sem malicia é o amor sendo ele mesmo. Puro e bom. Pois pelas descrições da autora sobre cada olhar, sorriso, toques e sensações deixaram outros romances com aquele ar de clichê, depois que eu li este livro.



A autora Moyers, creio que ela se dedicou a essa obra, pois esse livro tem um toque especial. E os assuntos abordados neles são coisas que não nos deixam na zona de conforto. Tratar sobre Tetraplegia não é fácil, é algo extremamente difícil pra quem ta passando por aquilo, juntamente com a família que não deixa de sentir com o sofrimento do ser em questão.
Até mesmo assuntos como o que queremos da nossa vida é algo que muitos não sabem responder até hoje. Acho que através de Will ela mandava o leitor viver mais, sair do seu casulo e procurar ampliar os potenciais. 

Esse livro mexeu muito comigo.


Admito que fiquei triste pelo destino de Will, eu já imaginava o que aconteceria, que ele vivesse aquele romance com Lou, mais nem tudo é como a gente quer. Acho que foi esse o tempero especial de Como eu era antes você

                                       

Do filme que ainda não lançou:

Pra todos que viram o trailer e leram o livro, acho que essa adaptação vai ser pelo menos 90% fiel ao livro. Depois que vi o trailer me interessei a ler o livro e juro que foi como se eu tivesse assistindo o filme antes mesmo dele ser lançado. Acho que os atores principais se encaixaram perfeitamente nos papéis. O jeito descontraído da Emília e o jeito sedutor de Sam.



Esperando mais do que ansiosa pela estreia do filme, junto com uma caixa de lenços. Enquanto isso se deliciem com o trailer.


Até a próxima... ;)

Resenha feita por: Juliana Santos


Obs.: Prefiro não notificar o livro, pois eu não tenho a capacidade de enumerar de 0 a 10 o quão ele pode ser ruim ou não. Prefiro deixar você descobrir. E se por ventura houver erro de português, não deixa de me avisar, sou humano e vou errar! (Essa observação irá em todas as resenhas)




Share:

Um comentário:

  1. Amei sua resenha! Eu já tinha ouvido falar desse livro várias vezes, mas nunca tinha parado para ler uma resenha dele e foi uma surpresa para mim saber que o moço é tetraplégico. Fiquei mais curioso com a história agora, com certeza eu vou ler esse livro!

    Dê uma passada no meu blog! http://raimcam.blogspot.com

    ResponderExcluir

Sobre Nós

Sobre Higor e Juliana: Casal geek, cinéfilos, leitores compulsivos. Amantes de um bom seriado e perdidamente apaixonados pelo mundo da literatura.