segunda-feira, 23 de maio de 2016

[Resenha] A Maquina de Contar Histórias - Maurício Gomyde - Novo Conceito - 2014


Resenha abaixo não contem spoilers.



Páginas: 192
Informações do Livro: Skoob
Onde Comprar: Compare e Compre - Saraiva - Amazon - Submarino
Outras Resenhas: Surpreendente / Ainda não te disse nada

Quem me conhece sabe que para meu tipo de literatura está bem longe do drama, e vejo eles mais como tira ressaca que outra coisa. Porém, o Gomyde está numa lista separada, dramas que se devem ser lidos a qualquer momento, principalmente no lançamento e reler alguns anos depois para relembrar, se não 1 vez por ano. E essa está sendo minha saga, lendo alucinadamente os livros dele, meio fora de ordem contudo nunca fora de foco. 

Na noite em que o escritor best-seller Vinícius Becker lançou A Máquina de Contar Histórias , o novo romance e livro mais aguardado do ano, sua esposa Viviana faleceu sozinha num quarto de hospital. Odiado em casa por tantas ausências para cuidar da carreira literária, ele vê o chão se abrir sob seus pés. Sem o grande amor da sua vida, sem o carinho das filhas, sem amigos... O lugar pelo qual ele tanto lutou revela-se aquele em que nunca desejou estar. Vinícius teve o mundo nas mãos, e agora, sozinho, precisa se reinventar para reconquistar o amor das filhas e seu espaço no coração da família V. Uma história emocionante, cheia de significados entrelaçados pela literatura, mostrando que o amor de um pai, por mais dura que seja a situação, nunca morre nem se perde.

O Gomyde já tem um tempo de bastante luta, persistência e respeito no mercado literário, onde ele começou bem pequenininho e hoje está numa das maiores editoras do brasil que foi por onde conheci ele pelo livro Surpreendente (link da resenha no nome), que acabei devorando o livro numa sentada onde comecei a ler as 19h e terminei as 01h. Será que achei ele muito bom? Teve depois o Ainda não te disse nada (link da resenha no nome) que também achei muito bom.

Porém devo dizer que esse A maquina de contar história superou os 2 anteriores pelo simples fato dele escrever sobre uma coisa que está bastante em alta, a literatura e seus atores(as) que muitas vezes o que é mostrado na frente, por trás existe uma história bastante complicada que poucos iriam entender realmente a situação como um todo.

Mas foquemos na história, onde eu comecei a ler em uma noite (novamente) e acabei no dia seguinte no meio do ônibus, chorando que nem um bebe, voltando para minha cidade (viagem de 1h:30m). Ou seja, eu amei o livro, muitas pessoas tem problemas parecidos com o de Becker atualmente e não se dão conta do que os cerca, principalmente quando só dão valor na perda.

Outro dos livros do Gomyde que não sai mais da minha prateleira por nada, pois sempre irei olhar para borda do livro e irei lembrar da história que me fez rir, me fez ficar apreensivo, me fez chorar e principalmente me fez ver outras cidades que tanto tenho sonho em visitar. Além do estilo clássico do Gomyde com uma playlist de músicas maravilhosa, que é para você que consegue escutar música enquanto lê, ou para escutar depois.

Quer a playlist? Olha ela aqui no Spotfy: A Maquina de Contar Histórias.

BookTrailer:


"A gente não aprende lendo, aprendi vivendo. E a vida, por mais que uma quantidade enorme de pessoas acredite nisso, não é feita de métodos, e fórmulas, dicas ou listas de recomendações. Ela é feita de sentimentos pelas pessoas que estão ao lado, ou por aquelas que estão longe, mas que, só por pensarem na gente, já fazem toda a diferença."

Obs.: Prefiro não notificar o livro, pois eu não tenho a capacidade de enumerar de 0 a 10 o quão ele pode ser ruim ou não. Prefiro deixar você descobrir. E se por ventura houver erro de português, não deixa de me avisar, sou humano e vou errar! (Essa observação irá em todas as resenhas)

domingo, 22 de maio de 2016

[Resenha] O Circo Mecânico - Genevieve Valentine - Darkside - 2013



Resenha abaixo não contem spoilers.

(Edição Normal) Skoob - Compare e Compre - Saraiva - Amazon
(Edição Especial) Skoob - Compare e Compre - Saraiva - Amazon


Ultimamente estou adorando testar novos estilos de livros que deixam a maioria das pessoas confusas, o que seria um livro realmente muito bom, ou muito ruim, ou confuso ou certeiro? Mas isso tudo se mistura quando você mexe com literatura SteamPunk, que vem ganhando força alguns anos no brasil, o que me trouxe nessa minha leitura bastante diferenciada do meu estilo normal. Segunda leitura bem diferente que faço esse ano de qualquer amarra literária e adorei, mas tem pontos a serem discutidos.

"Aqueles que tem grandes desejos nascem, não são feitos"
  
Em pleno cenário pós-apocalíptico, O Circo Mecânico Tresaulti ergue sua lona e dá início ao grande espetáculo. Ambientado sobre a perigosa superfície de um mundo devastado, cheio de bombas e radiação remanescentes de uma guerra pela qual todos já saíram derrotados, este belo romance nos apresenta uma caravana circense em eterna viagem através de muitas cidades sem país, região ou rota definida. Lugares que podem não mais existir quando o circo retornar. Aqueles que se juntam ao circo procuram segurança, trabalho sem risco de vida ou apenas uma nova forma de recomeçar. E seguir adiante, apesar de tudo. Através de imagens surpreendentes, a autora nos conduz por um realismo mágico com um toque da beleza steampunk, uma combinação inusitada que cria a atmosfera perfeita para personagens comoventes e de grande força poética.

To gostando de fazer esse pequeno desafio a minha pessoa, onde eu vou testando quais os limites de minha literatura e quais estilos eu posso me aventurar de forma tranquila, pois esse ano coloquei como meta tentar tirar preconceitos literários e principalmente quais livros posso gostar ou não enquanto outros que já conheço bem, vou deixando como terreno conhecido entre os livros que vou me testando, isso claro ajudando a nunca entrar em ressaca literária que sempre nos ronda.

"Havia coisas a respeito do circo que eu estava apenas começando a compreender."

E esse Circo Mecânico, que é um livro de 2013 mas só me chamou atenção por causa da linda capa da edição especial (que pasmem, comprei por 10,00 na Amazon) e não me fez arrepender em nenhum momento da leitura sobre ele, tudo bem que a edição da Darkside ajuda bastante na leitura deixando-a de forma mais tranquila de ser lida e também com ilustrações (feitas no original) que beiram a mais bela arte SteamPunk.

Se você não conhece a literatura steampunk lhe dou um pequeno resumo:

 "Steampunk é um subgênero da ficção científica que se tornou conhecido entre o fim dos anos 1980 e início dos anos 1990. O estilo se trata de obras ambientadas no passado, ou num universo fictício semelhante a uma determinada época real da história humana, onde os paradigmas tecnológicos modernos ocorreram mais cedo do que na História real, porém foram produzidos através da ciência disponível naquela época - como, por exemplo, computadores de madeira e aviões movidos a vapor. O subgênero é frequentemente associado ao futurista cyberpunk."
Fonte: InfoEscola
Esse é o segundo livro que passa pela minha mão, o primeiro eu abandonei mais por não conhecer o estilo por conta da história, que irei voltar, e para deixar vocês curiosos não direi qual é, contudo deixo uma dica: É uma literatura nacional que ganhou um premio de editora. Só digo isso. 

Também é o segundo tipo de literatura que faço questão de ler esse ano(diferente do meu habitual), e digo para vocês que está sendo ótimo experimentar novos ares e isso não vai parar por aqui... irei mais a frente... só ter mais tempo, mais coragem e principalmente ter os livros (rs).

Voltando ao livro, vi algumas informações por ai de outras pessoas que não gostaram do livro, que achou ele meio confuso e por conta disso alguns abandonaram e outros foram mais a frente. Sigo com minha opinião que adorei o livro, não sendo o melhor - ou dos melhores - livro que já li na minha vida, mas ele entra para o Hall de muito boa literatura para indicar para pessoas que querem entrar nesse meio de Steampunk, ou para ler uma história bem diferente da convencional. 

Realmente a escrita da Autora é palpável que foi direcionada dessa forma para mexer com o leitor, não em lágrimas nem tristeza, mas aquela sensação que tem algumas coisas diferentes e que esse mesmo sentimento faz parte da vida daquelas personagens, tanto os que tem as partes mecânicas como aqueles que não tem e isso segue pelo livro inteiro.

"Este é o grande problema com pessoas de coração mole. Falta de controle"

A parte de ser confuso, concordo em parte pois vejo que a autora quis colocar reflexões, descrições e principalmente sentimentos em um mesmo parágrafo o que isso dificulta as vezes de você separar cada coisa, tanto também em começar os capítulos por reflexões e só lá no meio ou no final da primeira página, também alguns na segunda página, quem estava no foco da escrita e o que deixa o leitor mais perdido que cego em tiroteio.

"A Maioria das pessoas não vive o suficiente para ver o circo duas vezes. Estes são tempos exaustivos."

Porém como expliquei em determinadas situações é notório que foi feito de forma a atingir esse objetivo, e várias vezes foi atingido, porém outras se perdeu no caminho e por conta disso não se torna um livro excelente, contudo um livro muito bom.


" 'Se uma pessoa cai no meio de um número', disse Boss, 'você aponta para ela como se fizesse parte dele e o termina. Ninguém quer ver você fracassar. Qualquer um pode fracassar. Eles pagam dinheiro para nos ver fazer coisas que eles não conseguem."





Obs.: Prefiro não notificar o livro, pois eu não tenho a capacidade de enumerar de 0 a 10 o quão ele pode ser ruim ou não. Prefiro deixar você descobrir. E se por ventura houver erro de português, não deixa de me avisar, sou humano e vou errar! (Essa observação irá em todas as resenhas)

terça-feira, 17 de maio de 2016

[Resenha] A Bela e o Ferreiro - Tessa Dare - Spindle Cove - Gutenberg - 2016

Resenha abaixo não contém spoilers.


Título Original: Beauty and the Blacksmith
Páginas: 144
Informações do Livro: Skoob - GoodReads
Onde Comprar: Compare e Compre - Saraiva - Amazon - Submarino
Leia Amostra Grátis: Amazon - Saraiva
Resenhas da Série Castles Ever After: Romance com o Duque / Diga sim ao Marquês

Diana Highwood estava destinada a ter um casamento perfeito, digno de flores, seda, ouro e, no mínimo, com um duque ou um marquês. Isso era o que sua mãe, a Sra. Highwood, declarava, planejando toda a vida da filha com base na certeza de que ela conquistaria o coração de um nobre.
Entretanto, o amor encontra Diana no local mais inesperado. Não nos bailes de debute em Londres, ou em carruagens, castelos e vales verdejantes O homem por quem ela se apaixona é forte como ferro, belo como ouro e quente como brasa. E está em uma ferraria.
Envolvida em uma paixão proibida, a doce e frágil Diana está disposta a abandonar todas as suas chances de um casamento aristocrático para viver esse grande amor com Aaron Dawes e, finalmente, ter uma vida livre! Livre para fazer suas próprias escolhas e parar de viver sob a sombra dos desejos de sua mãe. Há, enfim, uma fagulha de esperança para uma vida plena e feliz. 
Mas serão um pobre ferreiro e sua forja o felizes para sempre de uma mulher que poderia ter qualquer coisa? Será que ambos estarão dispostos a arriscar tudo pelo amor e o desejo?

Vamos la...

Antes de mais nada, vou ressaltar sobre a capa do livro. Sem sobra de duvidas foi a capas mais bonita da serie Spindle Cove. Amei a capa do livro.

A Bela e o Ferreiro é mais uma continuação da novela de Spindle Cove. O livro é bem curtinho e super direto, então da para ler em questão de pouquíssimas horas. 

Diana Highwood, uma jovem aparentemente frágil, devido a sua saúde delicada, vive sobre os padrões de sua mãe, a Sra. Highwood. Que sonhava em ver sua filha mais bonita casada com um marquês ou algum nobre de título mais elevado. Mais nem tudo é como nossas mães sonham correto?

Diana nutria uma paixonite pelo ferreiro de sua cidade. O belo e intenso Aaron Dawes. O que ela não esperava, era que ele também fosse atraído por ela. 

Como já havia mencionada acima, o livro é super direto. Então logo de cara já vemos as intenções da doce Diana e do estimado ferreiro. 

"Sou uma estranha para o meu próprio coração."

Ao se tratar de um livro de época, já imaginamos que pelo título que não seria fácil para o casal mostrar o afeto que sentiam assim facilmente. Apesar de tudo Diana era uma dama da sociedade, e ela estava naquela pequena cidade para curar sua saúde, logo pensamos que a qualquer momento ela poderia partir e deixar o coração do nosso querido ferreiro aos pedaços. 

Mais não é o que acontece. Fiquei surpresa ao ver uma personagem decidida pelo que quer, e que apesar de ser um personagem feminino de época, ela não é como outros personagens que são 'melosas e cheia de suspiros pelo amado'.

Desde o inicio Tessa, deixou claro que ela sabia perfeitamente esconder suas emoções. E isso foi um fator positivo no livro. Mesmo com a desigualdade social entre os dois, a autora mostrou um romance intenso, escandaloso e um tanto promissor, quem diria que um bruto ferreiro seria um homem pratico e romântico? 

Vale super a pena fazer aquela sagrada pausa para o café e ler esse livro. É divertido, romântico e direto.

Até a próxima... ;)

Resenha feita por: Juliana Santos

Obs.: Prefiro não notificar o livro, pois eu não tenho a capacidade de enumerar de 0 a 10 o quão ele pode ser ruim ou não. Prefiro deixar você descobrir. E se por ventura houver erro de português, não deixa de me avisar, sou humano e vou errar! (Essa observação irá em todas as resenhas)

Leia Amostra Grátis: 


segunda-feira, 16 de maio de 2016

[Resenha] Romance com o Duque - Tessa Dare - Castles Ever After - Livro 1 - Gutenberg - 2016

Resenha abaixo não contém spoilers.

 - 

Título Original: Beauty and the Blacksmith
Páginas: 144
Informações do Livro: Skoob - GoodReads
Onde Comprar: Compare e Compre - Saraiva - Amazon - Submarino
Outras Resenhas: A Bela e o Ferreiro / Diga sim ao Marquês


Não duvide: 
Não duvide do meu gosto literário. Não duvide da minha paixão por livros e principalmente não duvide do meu novo amor por romances de épocas.

Acho que minha citação é bem obvia ao que esperei desse livro né? Nunca tinha lido nada da Tessa Dare e já digo de antemão que estou arrependida disso. Mais antes tarde do que nunca.

sábado, 14 de maio de 2016

[Resenha] Spotlight - Segredos Revelados - Vestígio - 2016


Spotlight Livro
Resenha contém spoilers (Livro jornalístico).


Resenhar sobre spotlight é um pouco difícil, pois além do livro ser bem direto na proposta dele que é sobre a investigação a fundo da pedofilia na igreja católica, focado em Boston, mas, que teve suas consequências pelo mundo inteiro, também é fora da minha leitura normal. Contudo como promessa deste de 2015, faço todo e possível para ler todo tipo de livro fora da minha costumeira leitura, e esse livro é daqueles que valeu super a pena ter lido.

terça-feira, 10 de maio de 2016

[Resenha] O Oráculo Oculto - Rick Riordan - As Provações de Apolo - Livro 1 - Intrinseca - 2016


Resenha abaixo não contem spoilers.

Título Original: The Hidden Oracle (The Trials of Apollo #1)
Páginas: 320
Informações do Livro: Skoob - GoodReads
Onde Comprar: Compare e Compre - Saraiva - Amazon- Submarino
Leia Amostra Grátis: Amazon - Saraiva
Outros Livros do Rick Riordan: Magnus Chase e os Deuses de Asgard - A Espada do Verão

"Sou fã e quero service". Com essa frase eternizada por Érico Borgo do site omelete resume bem sobre a série as Provações de Apolo(oiá eu prevendo futuros :) ). Para quem não leu a série, vai ter uma história divertidíssima e para quem é fã vai ter uma série que será um verdadeiro Fã Service supremo de todos os tipos com vários personagens que conhecemos. Mais uma vez Tio Rick acertando em cheio nossos corações e aqueles que não conhecem.

segunda-feira, 9 de maio de 2016

[Resenha] A Protegida - Lisa Kleypas- The Travis Family - Livro 1 - Gutenberg - 2015

Resenha abaixo contem spoilers.

Olá leitores,

Recebi esse livro da editora Gutenberg a uma semana e só hoje pude postar a resenha. Esse foi mais um livro que li em apenas uma madrugada. O que posso dizer a simplicidade da Liberty me cativou. Esse é o primeiro livro da Lisa Kleypas que eu leio e admito que adorei a leitura e estou ansiosa pelas próximas publicações da serie The Travis Family. A escrita e a forma do dialogo entre os personagens são bem amarradas. Valeu a pena perder a noite de sono por essa leitura.

quinta-feira, 5 de maio de 2016

Quanto Tudo Volta - John Corey Whaley - Novo Conceito - 2014

Resenha abaixo não contem spoilers.

Skoob Compare e Compre - Loja Recomendada - Amazon

Sabe quando você mais com muita sede ao pote, e quando percebe que está tomando água vem uma horda de zumbis em cima de vocês, e você lembra que o gosto da água nem está tão legal, e nem lembra porque queria beber tanto assim?! É bem isso que senti quando terminei esse livro, entre o não ter entendido muita coisa, e um pouco triste por não ser aquilo que eu queria. Vem  comigo tentar entender. 

segunda-feira, 2 de maio de 2016

DEMOLIDOR (Daredevil, Netflix, Season 01 - 2015 - )


Resenha abaixo CONTEM pequenos spoilers e Spoiler da Season 01.


Então, muito arrependida e com muita vergonha, confesso que com um ano de atraso assisti a primeira temporada de Demolidor e digo arrependida porque deveria ter visto antes, bem antes... Que série é essa, pessoas?? MUITO BOA, ÓTIMA!! Enrolei, enrolei, várias pessoas indicando e eu “nhe”, “já vejo séries demais”, “depois eu vejo, tá na lista...” Que lerda que eu sou, portanto não façam igual a mim e vejam looooooogo, breve, urgente, prioridade prioritária!!!

Sobre Nós

Sobre Higor e Juliana: Casal geek, cinéfilos, leitores compulsivos. Amantes de um bom seriado e perdidamente apaixonados pelo mundo da literatura.