segunda-feira, 23 de maio de 2016

[Resenha] A Maquina de Contar Histórias - Maurício Gomyde - Novo Conceito - 2014


Resenha abaixo não contem spoilers.



Páginas: 192
Informações do Livro: Skoob
Onde Comprar: Compare e Compre - Saraiva - Amazon - Submarino
Outras Resenhas: Surpreendente / Ainda não te disse nada

Quem me conhece sabe que para meu tipo de literatura está bem longe do drama, e vejo eles mais como tira ressaca que outra coisa. Porém, o Gomyde está numa lista separada, dramas que se devem ser lidos a qualquer momento, principalmente no lançamento e reler alguns anos depois para relembrar, se não 1 vez por ano. E essa está sendo minha saga, lendo alucinadamente os livros dele, meio fora de ordem contudo nunca fora de foco. 

Na noite em que o escritor best-seller Vinícius Becker lançou A Máquina de Contar Histórias , o novo romance e livro mais aguardado do ano, sua esposa Viviana faleceu sozinha num quarto de hospital. Odiado em casa por tantas ausências para cuidar da carreira literária, ele vê o chão se abrir sob seus pés. Sem o grande amor da sua vida, sem o carinho das filhas, sem amigos... O lugar pelo qual ele tanto lutou revela-se aquele em que nunca desejou estar. Vinícius teve o mundo nas mãos, e agora, sozinho, precisa se reinventar para reconquistar o amor das filhas e seu espaço no coração da família V. Uma história emocionante, cheia de significados entrelaçados pela literatura, mostrando que o amor de um pai, por mais dura que seja a situação, nunca morre nem se perde.

O Gomyde já tem um tempo de bastante luta, persistência e respeito no mercado literário, onde ele começou bem pequenininho e hoje está numa das maiores editoras do brasil que foi por onde conheci ele pelo livro Surpreendente (link da resenha no nome), que acabei devorando o livro numa sentada onde comecei a ler as 19h e terminei as 01h. Será que achei ele muito bom? Teve depois o Ainda não te disse nada (link da resenha no nome) que também achei muito bom.

Porém devo dizer que esse A maquina de contar história superou os 2 anteriores pelo simples fato dele escrever sobre uma coisa que está bastante em alta, a literatura e seus atores(as) que muitas vezes o que é mostrado na frente, por trás existe uma história bastante complicada que poucos iriam entender realmente a situação como um todo.

Mas foquemos na história, onde eu comecei a ler em uma noite (novamente) e acabei no dia seguinte no meio do ônibus, chorando que nem um bebe, voltando para minha cidade (viagem de 1h:30m). Ou seja, eu amei o livro, muitas pessoas tem problemas parecidos com o de Becker atualmente e não se dão conta do que os cerca, principalmente quando só dão valor na perda.

Outro dos livros do Gomyde que não sai mais da minha prateleira por nada, pois sempre irei olhar para borda do livro e irei lembrar da história que me fez rir, me fez ficar apreensivo, me fez chorar e principalmente me fez ver outras cidades que tanto tenho sonho em visitar. Além do estilo clássico do Gomyde com uma playlist de músicas maravilhosa, que é para você que consegue escutar música enquanto lê, ou para escutar depois.

Quer a playlist? Olha ela aqui no Spotfy: A Maquina de Contar Histórias.

BookTrailer:


"A gente não aprende lendo, aprendi vivendo. E a vida, por mais que uma quantidade enorme de pessoas acredite nisso, não é feita de métodos, e fórmulas, dicas ou listas de recomendações. Ela é feita de sentimentos pelas pessoas que estão ao lado, ou por aquelas que estão longe, mas que, só por pensarem na gente, já fazem toda a diferença."

Obs.: Prefiro não notificar o livro, pois eu não tenho a capacidade de enumerar de 0 a 10 o quão ele pode ser ruim ou não. Prefiro deixar você descobrir. E se por ventura houver erro de português, não deixa de me avisar, sou humano e vou errar! (Essa observação irá em todas as resenhas)
Share:

0 comentários:

Postar um comentário

Sobre Nós

Sobre Higor e Juliana: Casal geek, cinéfilos, leitores compulsivos. Amantes de um bom seriado e perdidamente apaixonados pelo mundo da literatura.