terça-feira, 23 de agosto de 2016

[Resenha] Ilha dos Dissidentes - Barbara Morais - Trilogia dos Anômalos - Livro 1 - Gutenberg - 2013

Resenha abaixo não contém spoilers.

Páginas: 304
Informações do Livro: Skoob
Onde Comprar: Compare e Compre - Saraiva - Amazon - Submarino
Leia Amostra Grátis: Amazon - Saraiva

Você é tirada de onde você mora por motivos 'superiores', onde esses acreditam ser benéficos para você, chega no novo local e fica sem jeito, você é uma protagonista forte em que todos lhe escutam quando você fala, isso depois das primeiras impressões erradas. E nesse novo local você constrói amizades e inimizades. Dessa forma lhe lembra alguma outra história? (Não darei nomes...) Por isso que não sou tão fã de distopia por sempre levar o mesmo caminho, mas essa trilogia dos anômalos me surpreendeu em vários pontos. 

SER LEVADA PARA uma cidade especial não estava nos planos de Sybil. Tudo o que ela mais queria era sair de Kali, zona paupérrima da guerra entre a União e o Império do Sol, e não precisar entrar para o exército. Mas ela nunca imaginou que pudesse ser um dos anômalos, um grupo especial de pessoas com mutações genéticas que os fazia ter habilidades sobre-humanas inacreditáveis. Como única sobrevivente de um naufrágio, ela agora irá se juntar a uma família adotiva na maior cidade de mutantes do continente e precisará se adaptar a uma nova realidade. E logo aprenderá que ser diferente pode ser ainda mais difícil que viver em um mundo em guerra.
Todos os autores, raríssimos que não tem, escreve pensando em alguma influência seja em autores, seja em obras ou seja em situações parecidas. Aqueles que criam algo 100%  novo tende a chegar na mídia muito rápido e se manter nela por sua originalidade, e o que torna difícil o retorno dessa mesma 'porção criativa' aos holofotes novamente.

Já queria um tempo ler essa trilogia por ter conhecido a Barbara Morais na Bienal do Rio em 2015, contudo sempre tinha livros prioritários e não estava lendo ebooks. Mas, ganho o kindle, me aparece um clube do livro a tratar desse livro, não pensei duas vezes e me embarquei na história sem pestanejar. Apesar de eu raramente ler/gostar de uma distopia, e poder contar nos dedos de uma mão quantas eu li, Trilogia dos Anômalos entra nesse contagem.

Barbara leva esse livro a um nível diferente do habitual. Temos os anômalos que são pessoas que por conta de radiações solares sofrem modificações genéticas e por causa disso são chamados aberrações pelas pessoas 'normais', vivem em cidades separadas mas tem acordo com o governo e militares para ambos se ajudarem mutuamente. É ai que vemos a sutil diferença das distopias tradicionais.

Você tem uma mescla de suspense, de drama, de ação e principalmente de estratégia, e isso deixou o livro super leve na leitura e lhe adianto que o nível de 'sangue' nesse livro cai absurdamente para quase nada. somente no final que veremos isso. Os poderes são bem criativos, apesar de dois anômalos serem do mesmo elemento mas terem poderes completamente diferentes, e podemos observar que essa série tem poder de deslanchar mais ainda, e espero que se faça isso.

Fiquei sim curioso em continuar, e irei continuar, tanto pela curiosidade como também para saber até onde vai os poderes e a situação em que Sybil se meteu, obvio que não irei citar spoilers, mas se parar bem para pensar nas distopias que conhecemos hoje em dia, é bem fácil você chegar uma conclusão bem fácil, de como termina esse final do livro. além do mais eu só acertei 50% do que ia acontecer.

Preciso citar que a dose de romance e dramas do livro foram bem dosados, e não deixa nada a desejar o contrabalanço entre nós conhecermos mais esse mundo dos 'modificados' como também como gira todas as situações entre os humanos e os anômalos.

Continuo dizendo... gostei sim da distopia e espero que a coleção me deixe bem feliz até o final. Por eu não gostar do gênero, até que essa série me pegou de jeito. 

Obs.: Prefiro não notificar o livro, pois eu não tenho a capacidade de enumerar de 0 a 10 o quão ele pode ser ruim ou não. Prefiro deixar você descobrir. E se por ventura houver erro de português, não deixa de me avisar, sou humano e vou errar! (Essa observação irá em todas as resenhas)

Leia Amostra Grátis: 

Share:

0 comentários:

Postar um comentário

Sobre Nós

Sobre Higor e Juliana: Casal geek, cinéfilos, leitores compulsivos. Amantes de um bom seriado e perdidamente apaixonados pelo mundo da literatura.