quarta-feira, 31 de agosto de 2016

[Resenha] PETS – A VIDA SECRETA DOS BICHOS (The Secret Life of Pets, EUA, 2016)

PETS – A VIDA SECRETA DOS BICHOS (The Secret Life of Pets, EUA, 2016)

Final de agosto, tudo desmoronando como sempre, o que fazer para amenizar o penúltimo dia do famoso mês? Vamos assistir uma animação. Qual?? Pets. Vamos?? “Perai, deu ruim aqui, acho que não rolar. Calma... Paciência... Resolvendo... Deu certo. OBA, vamos!!” 



Como o universo tem que equilibrar o dia, a coisa deu tão certinho que conseguimos uma sessão até melhor e mais cedo. Ingresso, pipoca e milk shake na mão, entramos. Como nada se cria, a Illumination Entertainment (Meu Malvado Favorito, Minions) resolveu imitar a Pixar e a Disney e colocar um curta antes do filme, bem meia boca tá? Mas arranca umas risadas... 



Vamos ao filme. Minha gente linda, pensem num filme frenético, rápido, insano e cheio de ação, esse é PETS, uma animação completamente diferente do que estamos acostumados, sem mimimi (Zootopia) ou drama (O Bom Dinossauro), muito menos desenvolvimento de personagem (Procurando Dory); todo mundo é apresentado e é daquele jeito, o foco é a ação ou seja: AMEI!!!!! Além dos personagens completamente fora dos padrões, como o coelho psicopata e o porco tatuado.



A ideia inicial de Pets é contar como os animais se comportam quando seus donos estão fora de casa, mas o arco principal é a história de Max, um cão apaixonado por sua dona, Katie, que um belo dia aparece com outro cão que resgatou do canil, o gigante Duke. Obvio que no início Max morre de ciúme e faz de tudo para expulsar Duke e para isso conta com os conselhos dos colegas, animais vizinhos, cachorros, gata e até mesmo um passarinho. 



Passeando todos juntos, Duke e Max acabam entrando num beco errado onde enfrentam uma orda de gatos selvagens, quando chega a “carrocinha” e os captura, mas não é só isso... Dentro da “carrocinha” há um cão bruto a ser resgatado pelo coelho Bola de Neve, o porco tatuado e a iguana que são do movimento anti humanos. Para serem resgatados também Max e Duke fingem odiar os humanos e vão parar no esgoto juntamente com todos os animais renegados pelos seus donos. Em paralelo, a cachorrinha Gigi, apaixonada por Max não mede esforço para acha-lo, até mesmo se juntado ao Gavião esfomeado Tiberius.



Entre esgotos, resgastes, festas, iniciação, perseguição, explosões e muitas perdas, Pets tem um ritmo bem rápido, quase não dá para respirar, sendo uma animação bem criativa e engraçada. Bola de Neve, o coelho, é único, maluco, alucinado, hiperativo, sendo meu personagem favorito junto com Tiberius, sempre querendo comer. Confesso que não achei muito animação para criança até porque tem perseguição de carro, explosão, além de algumas personalidades controversas, talvez as crianças menores gostem pelo colorido e rapidez, mas as maiores podem até questionar algumas coisas. 



Eu simplesmente gostei demais, ri do começo ao fim e me apaixonei por Bola de Neve. Ao fim de um dia complicado, Pets cumpre sua função, diverte e desliga o cérebro. Sem dramas e com muita insanidade fechamos agosto com um excelente filme. Se você não se importa com um pouco de superficialidade Pets é a sua animação, mas se você quiser pensar e refletir... Nheeee, para que? Desliga o cérebro e curta muito porque de drama basta a vida. Coooooooooooorre pro cinema mais próximo e divirta-se!!!


Resenha feita por: Amanda Oliveira

Obs.: E se por ventura houver erro de português, não deixa de me avisar, sou humano e vou errar!
Share:

Um comentário:

  1. Byron Howard tem trabalhado em filmes de animação recentes que têm sido exitosísimos da Disney Frozen, A vida, e Zootopia são um exemplo. Confesso que eu gostei menos foi congelado apesar trancazo estava em armários e em geral para todos os produtos dele derivados. Zootopia é ótimo para sua arte, sua história e seus personagens. A partir dos reboques do trabalho que fizeram para a construção dos personagens, como eles pensam, como eles olham e como eles agem olhou. Eles vão passar vários dias na tv eu acho que vai gostar ou pelo menos não vai aborrecê-lo.

    ResponderExcluir

Sobre Nós

Sobre Higor e Juliana: Casal geek, cinéfilos, leitores compulsivos. Amantes de um bom seriado e perdidamente apaixonados pelo mundo da literatura.