sexta-feira, 21 de outubro de 2016

[Resenha] ONE OF US (One Of Us, Reino Unido, 2016)


ONE OF US (One Of Us, Reino Unido, 2016)

Navegando pelo bom e velho site de legendas, sempre encontro algo legal (geralmente pelo pôster ou título, confesso que as vezes “compro” pela capa, ooops), e dessa vez o achado foi One Of Us, minissérie britânica, com apenas 4 episódios de mais ou menos 1h de duração. Como as séries que eu acompanho ainda não tinham voltado, uma bela tarde “random”, sem nada para ver (maior mentira já contada, porque existe Netflix e meu HD externo tá abarrotado) ou fazer (jamais digam isso pra minha mãe porque senão ela vai jogar na minha cara os 45 livros que eu tenho na estante para ler... ), decidi assistir One of Us sem nenhuma expectativa, até porque baixei numa qualidade inferior a 720p e a danadinha me pegou pelo pé e nos primeiros 15 minutos eu já estava de boca aberta, roendo unha e me sacudindo toda. Por ter apenas 4 episódios, é tudo muito rápido, apesar de aparentar um ritmo lento, talvez por ser passar em interior. Apesar de uma história simples, a coisa toda se desenvolve e todos os personagens se conectam sem nem percebermos, é extremamente bem feita e muito bem conduzida. Uma das melhores minisséries que assisti recentemente. :D



One of Us já começa com o assassinato de um jovem casal que estava retornando de lua de mel, assim mesmo, na cara, sem dó e nem piedade. Logo em seguida o assassino rouba um carro e segue estrada afora quando é pego por uma tempestade, sofrendo um grave acidente, exatamente na propriedade das famílias do jovem casal que ele assassinou. E agora? Ele é socorrido por uma das famílias que acabam chamando ajuda da outra família que não fazem ideia de quem ele seja, mas isso é rapidamente descoberto e o pedido de ambulância é cancelado. As duas famílias se juntam e o prendem no celeiro durante a noite. Tudo certo, vamos ver o que fazer na manhã seguinte... Nananinanão, o mocinho é encontrado degolado!! Qual membro das famílias é o culpado?? Um deles resolveu fazer justiça com as próprias mãos. Quem foi??? Na investigação do assassinato do casal os investigadores acabam indo visitar as famílias e se deparam com inúmeras contradições gerando desconfiança, o que os leva ao desaparecimento do assassino pela redondeza. A premissa principal é a investigação das mortes, mas a jovem policial tem seu destaque ao vender ecstasy a um traficante para pagar a cirurgia da filha que tem um tumor raro no cérebro. E as histórias se entrelaçam lindamente. Fora as relações familiares que é uma coisa bem complicada, com traições, amores platônicos, invasão de privacidade, estupro, casamento de fachada. Todos os ingredientes para uma bela salada de 4 episódios.



Produzida pela BBC, One of Us não tem data de estreia aqui no Brasil, e acho que na verdade nem vai estrear, mas vale a pena procurar e “baixar” e conferir. Gente, a solução de tudo é simplesmente INACREDITÁVEL, daquelas reviravoltas insanas que faz você sentar, voltar um pouco, rever para poder crer no que aconteceu. Com um ritmo meio lento, como eu disse acima, porém, tudo se resolve muito rápido, e as histórias secundárias tem tanta relevância quanto a principal e no final é tudo uma coisa só. Eu achei simplesmente SENSACIONAL como tudo evolui e termina. Esses dias assisti 3 minisséries e confesso estar dividida em qual é melhor, mas One of Us me pegou, talvez por ter aquele clima de suspense em que não temos ideia em quem confiar pois todos têm seus defeitos, são gente como a gente. Gostei demais e super recomendo, até para aqueles que tem preguiça de download, tenho certeza que não vão se arrepender. Corre lá e procura que vale a pena demais, são apenas 4 episódios que baixam rapidinho e dão aquele gostinho de quero mais. One of Us é minissérie com uma qualidade única, afinal estamos falando do mesmo canal que produz Sherlock... Precisa dizer mais?!!? *-*

Resenha feita por: Amanda Oliveira

Obs.: E se por ventura houver erro de português, não deixa de me avisar, sou humano e vou errar!
Share:

0 comentários:

Postar um comentário

Sobre Nós

Sobre Higor e Juliana: Casal geek, cinéfilos, leitores compulsivos. Amantes de um bom seriado e perdidamente apaixonados pelo mundo da literatura.