segunda-feira, 27 de março de 2017

[Crítica] A Cabana (The Shack, EUA, 2017)

Titulo: A Cabana - The shack
Direção: Stuart Hazeldine
Elenco: Octavia Spencer, Sam Worthington, Radha Michel, Aviv Alush...
Genero: Drama, Fantasia


Sinopse:

Um homem, vive atormentado após perder a sua filha mais nova, cujo corpo nunca foi encontrado, mas sinais de que ela teria sido violentada e assassinada são encontrados em uma cabana nas montanhas. anos depois da tragédia, ele recebe um chamado misterioso para retornar a esse local, onde ele vai receber uma lição de vida.


Crítica


Baseado na obra de William P. Young, A cabana, enfim foi adaptado para as telonas. 

O filme a cabana, nos conta a história de um pai que perdeu sua filha mais nova de uma forma trágica. Inconformado com a sua perda, o senhor Mackenzie, se vê perdido em uma tristeza profunda. Até que recebe uma carta de Deus (Papai). E é aí que essa história se desenrola.

Ele recebe um convite para passar uns dias na cabana, onde sua filha foi assassinada. Onde ele vai aprender a se conhecer e a perdoar o mundo la fora e a se perdoar também. Na cabana, ele encontra três pessoas distintas. Deus, Jesus e o Espirito Santo

Como essa expectadora aqui, nunca leu esse livro, juro que fiquei encantada com a forma que o filme foi feito. O cenário muito bem elaborado e uma sutileza ao abordar temas polêmicos como religião e o abuso infantil.

É interessante ver a resignação de um pai de família, com a fé perdida, no caminho para uma cura espiritual. A cabana, mostra o quanto a fé em Deus pode mudar a vida de uma pessoa, mesmo nos piores momentos. E o mais importante desse filme, que apesar dele ser um filme religioso ele não se apega em religião nenhuma e deixa claro que o importante é ter Deus no coração.

A diva, Octavia Spencer, dá um show de atuação como sempre, ela consegue ofuscar qualquer outro ator. 
O filme foi bem dirigido e o cenário cinematográfico foi uma beleza para nossos olhos. 

Vale a pena ir aos cinemas conferir esse filme. 



Resenha feita por: Juliana Santos

Obs.: E se por ventura houver erro de português, não deixa de me avisar, sou humano e vou errar!

Share:

0 comentários:

Postar um comentário

Sobre Nós

Sobre Higor e Juliana: Casal geek, cinéfilos, leitores compulsivos. Amantes de um bom seriado e perdidamente apaixonados pelo mundo da literatura.