terça-feira, 23 de maio de 2017

[Resenha] Cilada para um Marquês - Sarah MacLean - Escândalos e Canalhas 1 - Gutenberg - 2016

Resenha abaixo contém pequenos  spoilers.

Título Original: 
Páginas: 320
Informações do Livro: 
Onde Comprar:
Outras resenhas da autora: Entre o Amor e a Vingança, Entre a Culpa e o DesejoEntre a Ruína e a PaixãoNunca julgue uma Dama pela Aparência
“De todas as bobagens incríveis que ele já tinha visto as mulheres fazendo ao longo de sua vida, aquela era, sem dúvida, a pior.”
Sophie Talbot é conhecida pela Sociedade como uma das Irmãs Perigosas – mulheres Talbot que fazem de tudo para se arranjar com algum aristocrata. O apelido chega a ser engraçado, pois se existe algo que Sophie abomina é a aristocracia. Mas parece que mesmo não sendo uma irmã tão perigosa assim, o perigo a persegue por todos os lugares.
Quando a mais “desinteressante” das irmãs Talbot se torna o centro de um escândalo, ela decide que chegou a hora de partir de Londres e voltar para o interior, onde vivia antes de seu pai conquistar um título. Em Mossband, ela pretende abrir sua própria livraria e encontrar Robbie, um jovem que não vê há mais de uma década, mas que jura estar esperando por ela.
No entanto, ao fugir de Londres, seu destino cruza com o de Rei, o Marquês de Eversley e futuro Duque de Lyne, um homem com a fama de dissolver noivados e arruinar as damas da Sociedade. Rei está a caminho de Cumbria para visitar o odioso pai à beira da morte e tomar posse de seu ducado. Tudo o que ele menos precisava era de uma Irmã Perigosa em seu encalço.
O Marquês de Eversley está convicto de que Lady Sophie Talbot invadiu sua carruagem para forçá-lo a se casar com ela e conquistar um título de futura duquesa. Já Sophie tenta provar que não se casaria com ele nem que fosse o último homem da cristandade. Mas e quando o perigo tem olhos verdes, cabelos claros e a língua afiada?
Essa viagem será mais longa do que eles imaginavam…

E a diva da Sarah MacLean, nos presenteou com seu melhor livro (opinião minha) lançado até agora.

Para gostar de Romances de Épocas, não tem como não falar de umas das melhores autoras do gênero. Sarah MacLean, tem o dom de fazer personagens maravilhosos e que nos fazem cair de amores rapidinho. E o arrebatamento por Cilada para um Marquês não foi diferente. Ela nos apresentou a história de Rei, marquês de Eversley e Sophie Talbot.

O pai de Sophie, ganhou seu título de nobreza, devido a sua perspicácia como comerciante. E desde então a vida da família Talbot mudou completamente. Desde que o condado caiu na família, eles tentam a todo custo entrar para a sociedade londrina, sem mencionar conseguir bons casamentos para suas filhas.
Como nem tudo são flores, possuir dinheiro na sociedade não é tudo, é preciso uma boa reputação. E as Irmãs Perigosas são desdenhadas por todos devido a falta de classe da família. A família Talbot é bastante incomum para o berço de Londres. 

Mas sempre tem a ovelha negra da família. E a ovelha tem o nome de Sophie Talbot. Ela é a única das Irmãs Perigosas que não liga para o título do pai e detesta os apelidos que sua família possui perante a sociedade. Sophie, é a mais nova das irmãs. 

Ela não suporta viver em Londres e persegue o  sonho de voltar para sua cidade natal. Porem perseguir esse sonho, a leva a problemas muito grandes e com um nome bastante intimidador, Rei o Marquês de Eversley o futuro Duque de Lyne.

Rei, é conhecido por ser um libertino e por acabar com os noivados da sociedade Londrina. Ele conhece Sophie, através de sua viagem de volta para casa. Onde ele pretende avisar ao seu pai sua decisão quanto ao seu futuro.

Uma Irmã Perigosa e um libertino juntos numa viagem a gente não pode esperar boas coisa não é?



Como falei acima, Sarah tem o dom de criar personagens maravilhosos e cativantes e sem duvida esse casal nada incomum foi o meu favorito de todos os livros que já li dela.
A leitura flui naturalmente e percebemos o crescimento e a construção dos sentimentos de Rei e Sophie. O casal tem seus sonhos e problemas, mas como em todo romance de época clichê logo, achamos a solução deles. O maior problema na verdade é a capacidade de Rei resistir a Sophie, mesmo quando está tão claro que ele está caidinho pela Irmã Desdivertida.

Outra coisa maravilhosa é o inicio dos capítulos com citações do jornal de fofocas de Londres. Nesse livro a sociedade Londrina é mais criticada, pois mostra que a família Talbot por mais que quisesse ser aceita em Londres eles não perderiam suas verdadeiras identidades.

Já aguardo ansiosa pelo segundo volume da serie; Amor para um escocês.
Share:

0 comentários:

Postar um comentário

Sobre Nós

Sobre Higor e Juliana: Casal geek, cinéfilos, leitores compulsivos. Amantes de um bom seriado e perdidamente apaixonados pelo mundo da literatura.