terça-feira, 4 de julho de 2017

[Crítica] Homem Aranha De volta ao lar.

Spider Man Homecoming 
Direção: Jon Watts
Roteiro: John Francis Daley, Jonathan Goldstein
Elenco: Tom Holland, Marisa Tomei, Zendaya Coleman, Michael Keaton...

Sinopse:

O jovem Peter Parker (Tom Holland), que fez sua estreia sensacional em Capitão América: Guerra Civil, começa a navegar em sua recém descoberta identidade como o super-herói disparador de teia em Homem-Aranha: De Volta ao Lar. Empolgado por sua experiência com os Vingadores, Peter volta para casa, onde vive com sua tia May (Marisa Tomei) e sob o olhar atento de seu novo mentor Tony Stark (Robert Downey Jr.). Peter tenta entrar de cabeça em sua rotina - distraído pelos pensamentos de provar a si mesmo que pode ser mais do que só o amigão da vizinhança, o Homem-Aranha - mas quando o Abutre (Michael Keaton) aparece como um novo vilão, tudo o que Peter considera mais importante será ameaçado.




Um bom filho a casa retorna.

Vamos ao que interessa. 

Após os acontecimentos de Berlim (Capitão America Guerra Civil), Peter Parker volta para o Queens, bairro onde mora ajudando a vizinhança com os assaltos e as dificuldades do dia a dia. Mas isso não é tudo que o cabeça de teia quer. Ele quer a ação junto com os Vingadores e faz de tudo para mostrar seu valor para Tony Stark (que vem representando um lado paterno com o jovem Peter). 



O filme já mostra de cara o nosso vilão O Abutre (Michael Keaton), como ele se tornou o cara perigoso e os motivos de ter se tornado o tal. É muito fácil gostar do personagem pois ele não foi vilanizado logo de cara, ele teve todos os motivos a se deixar conduzir para o mundo do crime. O Abutre é um cidadão de classe média que está cansado do sistema capitalista e decide burlar as leis e fazer o que bem entende para se dar bem.

Então temos uma versão de um homem aranha de 15 anos, no segundo ano do ensino médio, com poucos amigos e apaixonado pela menina mais popular do colégio. É muito fácil gostar do Peter Parker, pois ele é o super herói mais real de toda a história, o adolescente pobretão de bom coração e que tudo que poderia da errado tinha que acontecer justamente com ele. Tom Holland, consegue encarnar esse adolescente com maestria. 

Não podemos deixar de mencionar o Homem Aranha de 2002 do diretor Sam Raimi, com o ator Tobey Maguire, que foi um dos grandes filmes de super heróis lançados naquele período. 
Em 2012 tivemos o reboot do homem aranha (O espetacular Homem Aranha) do diretor Marc Webb com o ator Andrew Garfield, (o filme não foi tão bom assim, mas eu gosto do ator interpretando o aranha).

Hoje a Marvel acertou na escolha do nosso amigo da vizinhança. O ator Tom Holland é o verdadeiro homem aranha, o tipico adolescente, sofrendo com as mudanças de seu corpo e tendo que lidar com a fase escolar na sua adolescência. Ou seja ele é o verdadeiro looser que nem nos quadrinhos.



Homem aranha de volta ao lar, traz de volta a nostalgia aos leitores dos quadrinhos dos anos 80/90 . E não vamos esquecer da pequena homenagem a vinheta da serie de TV. E mais uma coisa, que upgrade o uniforme teve viu.
Share:

Um comentário:

  1. Eu sempre gostei do Homem Aranha, quando pequena eu assistia com meus primos, e essa sua crítica me deixou com vontade de assistir!
    Beijos,
    www.hitsdomomento.com

    ResponderExcluir

Sobre Nós

Sobre Higor e Juliana: Casal geek, cinéfilos, leitores compulsivos. Amantes de um bom seriado e perdidamente apaixonados pelo mundo da literatura.