quinta-feira, 21 de setembro de 2017

Resenha | Minha Lady Jane - The Lady Janies # 1 - Cynthia Hand, Jodi Meadows, Brodi Ashton - Gutenberg - 2017

Resenha abaixo não contém spoilers.

Título Original: My Lady Jane #1
Páginas:  368

Toda história tem sempre duas versões… Inglaterra, século XVI, dinastia Tudor. O jovem Rei Eduardo VI está à beira da morte e o destino do país é incerto. Para evitar que o poder caia em mãos erradas (leia-se: nas mãos de Maria Sangrenta), Eduardo é persuadido por seu conselheiro a nomear Lady Jane Grey, sua prima e melhor amiga, como a legítima sucessora. Aos 16 anos, Jane está em um relacionamento muito sério com seus livros até ser surpreendida pela trágica notícia de que terá de se casar com um completo estranho que (ninguém lembrou de contar para ela) tem um talento muito especial: a habilidade de se transformar em cavalo. E, pior ainda, descobre que está prestes a se tornar a nova Rainha da Inglaterra! Arrastada para o centro de um conflito político, Jane suspeita de que sua coroação na verdade esconde um grande plano conspiratório para usurpar o trono. Agora, ela precisa definitivamente manter a cabeça no lugar se… bem, se não quiser literalmente perder a cabeça. Um rei relutante, uma rainha-relâmpago ainda mais relutante e um nobre (e) garanhão puro-sangue que não se conformam com o destino que lhes foi reservado; uma história apaixonante, envolvente, cativante, sedutora… e mais uma porção de sinônimos que só Lady Jane seria capaz de listar. Tudo com uma leve semelhança com os fatos históricos... afinal, às vezes a História precisa de uma mãozinha.


Hello meus amores!

Não podia faltar a resenha desse livro maravilhoso aqui no blog né? Então sabe aquela história da Rainha Jane Grey que foi rainha por nove dias e logo após teve sua cabeça cortada? Pois bem, pega essa história e esquece completamente, pois aqui temos novas versões do que poderia ter acontecido com Lady Jane.

Então caros leitores, My lady Jane, conta a história de Jane, e do que poderia ter acontecido com ela se a história se enveredasse pelo lado fantástico da coisa. Logo no inicio da história vemos o casamento de Jane com Gifford, ou para nós íntimos o Gê. E a inesperada interrupção de sua lua de mel. Isso mesmo o jovem casal nem pôde aproveitar seus primeiros momentos de recém casados, pois Jane precisava voltar imediatamente para o reino, já que seu querido primo o Rei Eduardo, havia nomeado Jane como sua sucessora ao trono da Inglaterra.

Por esse breve resumo da história, já posso dizer que nem tudo saiu como esperado. Pois Jane e Gê se viram presos em um grande jogo politico que era governar a Inglaterra. Muitas articulações foram feitas e muitas alianças (um pouco duvidosas também, já que cada pessoa interessada queria o trono).

As autoras nos mostra três pontos de vista dessa história, a versão do Rei Eduardo, da Jane e do Gê. Sendo que elas foram divididas em duas partes. A primeira parte completamente dentro do contexto histórico e a segunda parte completamente diferente e divertidamente.

Nossas queridas autoras, nos entrega um romance histórico/fantástico. Isso mesmo meus amigos, a história é completamente as avessas do que estudamos no colégio. Em Minha Lady Jane, temos a questões dos edianos e verdádicos
  • Edianos, são seres humanos que possui a capacidade de se transformar em um animal.
  • Verdádicos, são as pessoas contra os edianos (na história temos a Maria, irmã de Eduardo que é verdadica da cabeça aos pés)
Então meus amigos, eu não quero falar demais sobre o livro para vocês não perderem a surpresa que é essa leitura. Minha Lady Jane, é uma leitura fantasticamente engraçada e tudo que o leitor poderia imaginar acontecendo, não acontece. E isso é o mais surpreendente na história em si.



Minha Lady Jane, possui personagens fortes e marcantes, que nos fazem ficar apaixonados e consequentemente torcer para que nada de ruim aconteça a eles. Confesso que me identifiquei bastante com a Jane, a jovem vivia com a cabeça enfiada em algum livro, e sempre tirava proveito dos ensinamentos lidos. Não posso esquecer de mencionar também que Jane é uma personagem forte e carismática, é impossível não se apaixonar por ela. 
E não podemos esquecer do Gê, o querido marido-cavalo da Jane.

Enfim, são tantos personagens marcantes nessa história, se eu fosse mencionar aqui essa resenha ficaria gigante. 

A forma bem humorada, que as autoras dão ao livro é o verdadeiro toque magico, pois nessa história fantástica alem do leitor se envolver com os acontecimentos narrados no livro, temos também uma ótima dosagem de humor encaixado nos momentos certos.


Share:

0 comentários:

Postar um comentário

Sobre Nós

Sobre Higor e Juliana: Casal geek, cinéfilos, leitores compulsivos. Amantes de um bom seriado e perdidamente apaixonados pelo mundo da literatura.