domingo, 10 de dezembro de 2017

Resenha | Como parar o Tempo - Matt Haig - Harper Collins - 2017

Como parar o tempo

Titulo Original: How to stop time.
Paginas: 320

Sinopse:


A PRIMEIRA REGRA É NÃO SE APAIXONAR.

Tom Hazard esconde um segredo perigoso. Ele pode aparentar ser um quarentão normal, mas por causa de uma estranha condição está vivo há séculos. Da Inglaterra elisabetana à era do jazz parisiense, e de Nova York aos mares do sul, Tom já testemunhou tanto que agora precisa apenas de uma vida normal. 
Sempre trocando a identidade para se manter a salvo, ele encontra o disfarce perfeito trabalhando como professor de História em Londres. Assim, pode trazer suas experiências do passado como fatos vivos. Pode manipular as histórias para seus alunos. Pode levar uma vida normal. Tom só não pode se esquecer da primeira regra. Aquela sobre paixão...
Como parar o tempo é um romance doce e envolvente sobre como se perder e se encontrar na própria história. É sobre as certezas da mudança dos tempos e o tempo que a vida leva para nos ensinar como vivê-la.
Ansiosa para ver a adaptação nos cinemas e ver como nosso lindo Benedict Cumberbatch vai se sair no papel de Tom Hazard.

Tom Hazard pode parecer um homem normal de seus 40 e poucos anos. Mas o que não sabem sobre ele é que, na verdade, ele tem 436 anos. Tom tem uma condição genética chamada anageria, que faz com que as pessoas envelheçam de forma minimamente aparente.

O livro esta dividido em cinco partes, onde vamos conhecendo o passado e o presente de Tom. Tudo muito bem detalhado o que mostra o quanto nosso querido personagem é metódico. 
Tom é um cara bastante reflexivo o que nos faz pensar bastante sobre o assunto principal do livro: o tempo.

Ele passou por muitas coisas, viveu tudo de bom e ruim que a humanidade tem a oferecer. Por estar vivo por tanto tempo, Tom faz com que a gente pense mais no presente, que o agora é tão importante que o amanha pode nem existir para as pessoas ao seu redor. Em geral o tempo é o ponto forte desse romance.



O romance entre Tom e Camille, é meigo e ao mesmo tempo maduro. A melhor coisa é que o Matt Haig não focou no romance em si. Ele simplesmente esta la e sabemos que tudo vai acontecer no seu devido tempo.

Recomendo bastante a leitura de Como parar o tempo, mas com uma grande ressalva não vá esperando um romance emocionante. Muito pelo contrario é romance, drama muito maduro e muitas pessoas podem não gostar por achar que a sinopse do livro está enganando os leitores. Dado esse aviso, boa leitura de como parar o tempo.
Share:

0 comentários:

Postar um comentário

Sobre Nós

Sobre Higor e Juliana: Casal geek, cinéfilos, leitores compulsivos. Amantes de um bom seriado e perdidamente apaixonados pelo mundo da literatura.